Bancários

Sindicato de Maringá e Região

CONTEC
18° MIN 29° MÁX MARINGÁ
Seu Banco:


06/11/2017

Em nove meses, Bradesco lucra mais de R$ 14 bi

Resultado representa aumento de 11,2% em relação ao lucro líquido ajustado no mesmo período de 2016

  

O Bradesco teve lucro líquido ajustado de R$ 14,162 bilhões nos primeiros nove meses deste ano, aumento de 11,2% em relação ao mesmo período de 2016. Por outro lado, eliminou 9.234 postos de trabalho bancário em 12 meses – desses, 4.455 vagas foram extintas apenas nos últimos quatro meses, por meio do PDVE – e fechou 492 agências no mesmo período, 223 somente no último trimestre. 
 
Em julho de 2017, o Bradesco lançou um Plano de Desligamento Voluntário Especial (PDVE). A data limite para adesão ao plano encerrou-se ao final de agosto de 2017, com a adesão de 7,4 mil funcionários, com custo total de R$ 2,3 bilhões.

Outro dado que chama atenção no balanço é a receita que o banco obtém com tarifas cobradas de clientes, que alcançou R$ 17,7 bilhões, um aumento de 13%.

Mais números – O resultado do Bradesco nos nove primeiros meses do ano foi composto principalmente por atividades financeiras (70,9% do total) e comercialização de seguros, previdência e capitalização (29,1% do total). A redução de 6% nas despesas de captação de recursos também contribuiu para o resultado.

Assim como observado nos demais bancos, o Bradesco reduziu significativamente o pagamento de impostos devido à utilização de créditos tributários.

Os ativos totais, em setembro de 2017, registraram saldo de R$ 1,312 trilhão, crescimento de 3,3% em relação ao saldo de setembro de 2016.

A carteira de crédito expandida, em setembro de 2017, atingiu R$ 486,864 bilhões, com queda de 6,7% em relação ao saldo de setembro de 2016. As operações com pessoas físicas totalizaram R$ 172,207 bilhões (crescimento de 0,7% em relação a setembro de 2016), enquanto operações com pessoas jurídicas atingiram R$ 314,657 bilhões (redução de 10,3% em relação a setembro de 2016).

O índice de inadimplência superior a 90 dias encerrou setembro de 2017 em 4,8%, queda de 0,2 p.p. em comparação ao índice de junho de 2017.

Aos acionistas foram pagos e provisionados, a título de juros sobre o capital próprio, R$ 4,597 bilhões relativos ao lucro gerado no período de nove meses de 2017. 



COMPARTILHAR:






Travessa Guilherme de Almeida, 36 - 1º andar
Centro - CEP 87013-150 - Maringá/PR

Fone (044) 3227-2955 - Fax (044) 3031-2965

2015 - Sindicato dos Bancários de Maringá e região - Todos os direitos reservados.