Bancários

Sindicato de Maringá e Região

CONTEC
14° MIN 26° MÁX MARINGÁ
Seu Banco:


08/12/2017

Sindicato nas ruas contra Reforma da Previdência


O Sindicato realizou nesta sexta-feira, dia 8, um grande ato em frente ao Terminal Urbano de Maringá, contra tentativa de aprovação da Reforma da Previdência, com faixas, cartazes e charges chamando a atenção da sociedade para as consequências deste Projeto de Emenda Constitucional.

“A que ponto chegamos. Um Governo envolvido em denúncias de corrupção, sem qualquer aprovação popular, sem qualquer moral ou caráter, com ministros investigados ou citados em delações premiadas, está tentando reunir votos para aprovar uma “pseudo reforma” da previdência pública. Com conluios, conchavos, troca de favores, cargo para um, emprego para apadrinhado de outro, tenta de todas as formas cooptar um Congresso Nacional que há muito deixou de representar os anseios da população”, desabafa o presidente Claudecir de Souza.

E emenda: “Estão tentando novamente surrupiar mais um direito sagrado dos trabalhadores, o seu direito a uma aposentadoria após décadas de trabalho e de contribuição à previdência pública. Tentam esfolar ainda mais o trabalhador para manter os altos e escandalosos privilégios em Brasília. Para manter em funcionamento uma máquina pública inchada, pesada, que se move à base de corrupção, do toma-lá-dá-cá”.

“Esse mesmo Governo, atolado em um lamaçal de corrupção, de podridão, acredita que o trabalhador é otário, é trouxa, é ignorante a ponto de não perceber que este discurso falacioso de rombo na previdência é mentira. Não há rombo, o que há é muita mamata à custa dos trabalhadores”, acrescenta.

Por isso, nosso Sindicato está na luta. Estamos pressionando os nossos “representantes”, esses mesmos deputados que aparecem com sorriso no rosto a cada quatro anos, depois seguem para Brasília para fechar seus conchavos contra os seus próprios eleitores. Estamos também nas ruas, realizando um grande protesto, um chamamento a toda a sociedade para que dê o seu grito contra esta sacanagem.

“A previdência é pública, é nossa, é mantida por nós, é fruto do nosso trabalho. Não podemos permitir que esta corja se aproprie disso e, sob pretexto de rombo, de déficit nas contas públicas, empurre o trabalhador para os planos privados, que estão de boca aberta esperando mais esta benesse”, acrescenta o diretor Luiz Pereira.

“Vamos reagir. Este é o momento, esta é a hora. Não a esta ‘reforma’ que tornará, no futuro, praticamente impossível se aposentar”, finaliza. 

 



COMPARTILHAR:






Travessa Guilherme de Almeida, 36 - 1º andar
Centro - CEP 87013-150 - Maringá/PR

Fone (044) 3227-2955 - Fax (044) 3031-2965

2015 - Sindicato dos Bancários de Maringá e região - Todos os direitos reservados.