Bancários

Sindicato de Maringá e Região

CONTEC
15° MIN 25° MÁX MARINGÁ
Seu Banco:


08/08/2018

Fenaban propõe correção da inflação



 

A Fenaban apresentou, nesta terça-feira, dia 7/8, sétima rodada de negociação, uma contraproposta à categoria bancária.


Os bancos propõem como índice econômico a correção da inflação medida pelo INPC/IBGE  e a vigência do acordo pelo período de quatro anos.


O mesmo índice valendo também para as demais verbas, como Participação nos Lucros e Resultados (PLR), Vale Alimentação (VA), Vale Refeição (VR) e auxílio-creche/babá.

 

RENOVAÇÃO DA CCT

A Fenaban prevê ainda na proposta que “se as entidades sindicais aceitarem o conjunto de propostas para as convenções coletivas, os bancários terão as normas coletivas garantidas antes da próxima data-base”, ou seja, renovação do atual acordo até 31 de agosto.


PLR

Pela proposta, a primeira parcela da PLR será paga em setembro – com cerca de um mês de antecedência.


GRATIFICAÇÕES

Propõe a manutenção negociada do pagamento da Gratificação de Caixa e Gratificação de Compensação de Cheque e Gratificação de Função a partir de setembro e o pagamento ao reajuste antecipado em um mês, considerando a média dos fechamentos passados.


VALE TRANSPORTE

Os bancos propõem ainda que seja mantida a redução da contribuição de 6% para 4% para o vale transporte. Já a estabilidade na pré-aposentadoria fica de um ou dois anos garantida.


VÁLIDO POR 4 ANOS

Pela proposta da Fenaban, o acordo seria de quatro anos, com reposição da inflação a cada data base da categoria (1º de setembro). Para este ano, o reajuste seria de 3,90% (projeção do INPC entre 1º de setembro de 2017 e 31 de agosto de 2018).

 

Negociações continuam dia 17

Para Carlos Roberto Rodrigues, que está representando o Sindicato na mesa de negociação com a Fenaban, os bancos pouco discutiram nesta rodada de negociação, se limitando a apresentar a contraproposta patronal.

“Vamos apresentar e discutir esta proposta com os bancários, e mantermos aberto o canal de negociação. Vamos trabalhar para melhorar esta proposta na próxima rodada, no dia 17”, avalia. 



07/08/2018

Fenaban oferece reposição da inflação, sem ganho real

A Fenaban acaba de apresentar contraproposta de reajuste que apenas repõe a inflação medida pelo INPC, sem ganho real. Os bancos propuseram ainda o pagamento da primeira parcela da PLR para o mês de setembro. A proposta foi feita agora, durante reunião com a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN/CONTEC, que está acontecendo em São Paulo.

A reunião prossegue. A comissão CONTEC segue discutindo a proposta.

Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN/CONTEC



06/08/2018

Nesta terça, 7, nova rodada de negociação. Bancos devem apresentar índice

Ao que tudo indica, os bancos devem apresentar uma proposta de índice na rodada que acontecerá em São Paulo nesta terça-feira, dia 7.
A sinalização foi dada pela Fenaban na última rodada. Até então os bancos vêm negando tudo. Esperamos que apresentem nesta próxima rodada uma proposta decente, condizente com os anseios da nossa categoria.



01/08/2018

Fenaban: nova rodada nesta quinta, 2. Patrão, chega de enrolação

Nesta quinta-feira, dia 2/8, acontece nova rodada de negociação com a Fenaban. Será a quinta vez em que representantes dos trabalhadores e banqueiros sentam à mesa. Até o momento, não houve avanços. 

"Esperamos que, nesta próxima rodada, os bancos venham para a mesa de negociação com uma proposta para renovação do nosso acordo coletivo de trabalho e de índice econômico. Vamos trabalhar para isso", aponta Carlos Roberto Rodrigues, representante do Sindicato nas negociações. 

O resultado das negociações será divulgado neste portal, na FanPage e também via WhatsAPP (99916-0162)


31/07/2018

Caixa: resultado da segunda rodada de negociação

Nesta segunda  (30/07) foi realizada a reunião de negociação específica entre a Caixa Econômica Federal e a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN/CONTEC, no Mercure Hotel, em Brasília-DF.

Estiveram presentes representantes das Federações e Sindicatos, sob a coordenação da diretora de Finanças da CONTEC, Rumiko Tanaka e, representantes da Caixa Econômica Federal, coordenado pelo gerente nacional  executivo José Isaac Arantes Freitas; e também, como convidados colaboradores, representantes da Advocef, Aneac, AudiCaixa e Fenag.

Também esteve presente e representando esta Federação e seus sindicatos filiados, Carlos Roberto Rodrigues, vice-presidente do Seeb-Maringá.  

A Comissão Contec iniciou a reunião solicitando resposta sobre Cláusula 1 – Renovação do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2018 (revisando).  

A Comissão Caixa disse que ainda não foi possível responder, nem apresentar contraproposta da renovação do ACT revisando.

Na sequência, a Comissão CONTEC esclareceu as reivindicações e CAIXA respondeu sobre as seguintes cláusulas: CLÁUSULA 4 – SALÁRIO DO SUBSTITUTO, CLÁUSULA 6 – ADICIONAL DE FRONTEIRA , CLÁUSULA 7 – GARANTIA DE REMUNERAÇÃO , CLÁUSULA 8 – GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO, CLÁUSULA 9 – INCORPORAÇÃO DE FUNÇÃO  , CLÁUSULA 10 – FUNCEF , CLÁUSULAS 11 E 12 – PLR , CLÁUSULA 16 – PLANO DE SAÚDE , CLÁUSULA 18 – DIMENSIONAMENTO DE PESSOAL e CLÁUSULA 19 – CAIXA EFETIVO/SUBSTITUTO.

Cláusula 18 – DIMENSIONAMENTO DE PESSOAL

Em resposta ao pleito, a Comissão Caixa informou que tem procurado dimensionar a força de trabalho ao volume de negócios e, que, inclusive, o programa de desligamento se fez necessário na busca da eficiência.

Informou que a revisão de processos com a modernização das filiais tem buscado a melhoria destas adequações, com centralização de atividades, de forma a liberar os empregados para o negócio. Disse ainda que pelo cenário econômico atual, não tem programa de aumento do quadro.

A  Contec manifestou sua indignação com a forma como a Caixa vem tratando a questão do quadro de pessoal nas unidades, considerando o grande número de empregados adoecendo, com doenças ocupacionais.  Informou que o que se vê nas unidades é o excesso de trabalho, o desvio de função, a preocupação dos empregados em errar pelo volume de atividades e o grande stress devido a esta política inadequada da LNP (lotação de Pessoal).

A Comissão CONTEC salientou que o avanço da tecnologia é incontestável, porém, não está conseguindo avaliar o que realmente as unidades precisam diante das demandas existentes e questionou também sobre os problemas oriundos do  sistema de SIPLD.

A Caixa reforçou que tende a melhorar o BIN, no sentido que fique disponível as informações e assumiu o compromisso de que até o final do ano terá concluído um estudo no tocante a adequação e redimensionamento das unidades, e que será um processo permanente.

A Caixa informou também que a vice-presidência de riscos deu atenção especial a esta demanda e que já possibilitou uma redução importante no volume de transações, passando de 90 mil notificações pendentes para 20 mil, e prometem que nas próximas duas semanas o sistema terá uma melhor performance.

Cláusula 4ª –  SALÁRIO DO SUBSTITUTO


A Comissão Caixa alega dificuldades de orçamento para o pagamento do substituto, mas repassará o pleito às áreas competentes para avaliação.

A Comissão Contec insistiu no pagamento do trabalho do substituto e também solicitou a CAIXA que não pratique o desvio de função a exemplo de gerentes e outros empregados que além de exercer suas funções ainda têm de auxiliar no trabalho dos caixas.

Claúsula 6 – ADICIONAL DE FRONTEIRA

A Comissão Contec solicitou um adicional de fronteira,que vem sendo pago a servidores públicos que trabalham nos municípios em regiões de fronteira (atendendo a Lei nº 12.855 de 02 de setembro de 2013).

A Comissão CAIXA solicitou mais detalhes sobre esta cláusula. A CONTEC reforçou a existência da Legislação e na próxima reunião apresentará estudo mais detalhado

CLÁUSULA 7 – GARANTIA DE REMUNERAÇÃO

A Comissão Caixa respondeu que continua com o normativo.

CLÁUSULA 9 – INCORPORAÇÃO DE FUNÇÃO

A Comissão Caixa informou que revogou o normativo RH 151. Nesses casos, só está cumprindo decisões judiciais com relação à incorporação de função.

CLÁUSULA 10 – FUNCEF

A Comissão Contec abordou vários problemas com relação a FUNCEF e solicitou reuniões de forma tripartite com a presença de representantes da CAIXA, CONTEC e FUNCEF para tratar: déficit, equacionamento, contencioso judicial, política de investimentos e outros assuntos por iniciativa de qualquer das partes.

A Comissão Caixa informou que a questão da formação do GT depende da Funcef para ser efetivado.

CLÁUSULA 11 –  PARTICIPAÇÃO NOS LUCROS E RESULTADOS


A Comissão Contec insistiu no pagamento da PLR Adicional, como é praticado há alguns anos. A expectativa do quadro funcional é de que o balanço traga números positivos, tendo em vista o esforço, a dedicação, o desempenho, a produtividade e o trabalho incessante dos empregados.

Cláusula 16 – SAÚDE CAIXA  

A Comissão Contec pediu a manutenção do Programa Saúde Caixa, conforme redação do ACT revisando.

Sobre o conteúdo da Resolução nº23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR) 23, de 18 de janeiro de 2018, que estabeleceu as diretrizes e parâmetros para o custeio das empresas estatais federais sobre benefícios de assistência à saúde aos empregados, a Comissão CONTEC entende que o Saúde Caixa, objeto de ACT já consolidado desde 2002, que é um programa de autogestão e com contribuição financeira solidária dos empregados, atende em totalidade o que está previsto nesta resolução. Ou seja, não há necessidade de qualquer adequação.

A Comissão CAIXA respondeu que consultará os órgãos controladores sobre o posicionamento diante da Resolução nº23 da CGPAR.

Então, ficou combinada a continuidade da reunião de negociação em São Paulo, no próximo dia 03 de agosto, às 10h, em local a ser informado.

A CEBNN/CONTEC reforça a necessidade da continuidade da mobilização da categoria e que as informações da negociação sejam repassadas a todos os empregados da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. (Fonte: Contec)


31/07/2018

Etna Instituto Educacional: 30% de desconto para bancários em MBA

MBA Executivo em Gestão Estratégica de Negócios e Liderança. Bancários e familiares possuem desconto de 30%.


30/07/2018

Bradesco Maringá levanta a taça de campeão do Campeonato dos Bancários


 

Foi realizado, no sábado, 28/07, a final do Campeonato de Futebol Suíço dos Bancários, edição 2018. O troféu de campeão da Série Ouro foi o Bradesco Maringá. Ocorreram premiados do primeiro ao terceiro lugar nas séries ouro, prata e bronze. O campeonato iniciou com 12 times.

 

Série Ouro

1º lugar: Bradesco Maringá

2º lugar: Bradesco Mandaguari

3º lugar: Banco do Brasil

 

Série Prata

1º lugar: Sicoob

2º lugar: Sicredi

3º lugar: Bradesco Cianorte

 

Série Bronze

1º lugar: Santander

2º lugar: Caixa

3º lugar: Bradesco União

 

Artilheiro

Wilson Batata – Bradesco Maringá

 

Goleiro menos vazado

Paulinho – Bradesco Mandaguari



26/07/2018

Sindicato percorre a base para esclarecer categoria sobre andamento das negociações

 


 

Diretores do Sindicato do Sindicato estão percorrendo as agências bancárias da base para prestar esclarecimentos sobre andamento das negociações da Campanha Salarial 2018.

“Nossa intenção é municiar os bancários com informações sobre todo o andamento do processo de negociação, tirar dúvidas e ouvir sugestões. Queremos que todos estejam por dentro, inclusive dos bastidores das mesas com a Fenaban e os bancos públicos”, aponta o presidente Claudecir de Souza.

“Sabemos que este ano não será fácil. Logo nas primeiras rodadas os bancos já demonstraram que estão dispostos a tornar o processo ainda mais difícil. Começaram negando tudo. Mas, como ocorrem todos os anos, é preciso que sintam que há realmente envolvimento de toda a categoria, união, e muita determinação para que comecem a aceitar nossas reivindicações”, acrescenta.

Claudecir lembra que, diferentemente de outros anos, nesta atual campanha o movimento sindical terá de negociar, primeiro, a manutenção do atual acordo para depois buscar avanços na pauta proposta aos bancos. “Perdemos a ultratividade com a famigerada Lei Trabalhista. Agora, teremos de negociar primeiro a prorrogação do atual acordo até no dia 31 de agosto, mantendo todas nossas conquistas atuais, para depois buscarmos o índice econômico e demais cláusulas ligadas a saúde, condições de trabalho etc.”



25/07/2018

Fenaban: bancos não avançam nas negociações e insistem em tirar direitos dos bancários

“Em 2017, os bancos ganharam,  somente em tarifas, o valor de R$ 27 bilhões. Nesse mesmo ano, os bancos reajustaram em média as tarifas em 78%. Também em 2017, o lucro líquido dos cinco maiores (BB, Caixa Federal, Itaú, Bradesco e Santander) somou R$ 77,4 bilhões, 33,5% mais que em 2016. Mesmo diante desses números astronômicos e altamente positivos, os banqueiros não evoluíram nas negociações desta campanha salarial e insistem em retirar direitos e benefícios dos bancários”, afirmou Gladir Basso, presidente da Federação dos Bancários do Paraná e do Sindicato de Cascavel, referindo-se aos resultados das quatro primeiras rodadas de negociações realizadas até agora entre a  Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN – da Contec (Confederação Nacional dos Bancários) e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos).

Nesta terça (24), em São Paulo, Gladir, ao lado de Gilberto Lopes Leite, presidente do Seeb-Ponta Grossa e de Carlos Rodrigues, vice-presidente do Seeb-Maringá, representou o Paraná na quarta rodada da CEBNN/Contec com a Fenaban, quando estiveram em pauta questões relacionadas ao emprego dos bancários, confrorme segue:

4ª - Gratificação de função;
5ª - Salário do substituto (preexistente);
6ª. Auxílio graduação, pós-graduação, especializações e certificações (preexistente, mantém relação com a cláusula 14);
7ª - Adicional de fronteira (nova);
8ª - Incorporação de função (nova);
9ª - Isenção de tarifas com juros menores (nova), e;
26ª - Abrangência.


QUINTA RODADA DIA 2
Nova reunião de negociação entre a CEBNN/Contec e a Fenaban acontecerá no dia 2 de agosto (quinta-feira da próxima semana), em São Paulo, quando serão analisadas as cláusulas econômicas: 1ª - Renovacação da CCT; 2ª - Reajuste salarial; 3ª - Reajuste dos auxílio refeição,  cesta-alimentação e auxílio-creche-babá;  8ª - Incorporação de função, e 10ª - PLR. (FEEB-PR)


24/07/2018

Fenaban: nesta terça, 24, acontece 4ª rodada de negociação




Está marcada para ocorrer a partir das 10 horas desta terça-feira (24), a quarta rodada de negociação desta campanha salarial entre a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação – CEBNN – da Contec (Confederação Nacional dos Bancários) e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos).

O Paraná estará representado nessa reunião pelo presidente da Federação dos Bancários do Paraná e do Sindicato de Cascavel e Região, Gladir Basso; Gilberto Lopes Leite, presidente do Seeb-Ponta Grossa e Carlos Rodrigues, vice-presidente do Seeb-Maringá.

Neste dia 24, estarão na mesa de negociação questões relacionadas ao emprego dos bancários.
Já no dia 2 de agosto (quinta-feira da próxima semana) está agendada a quinta rodada de negociação da CEBNN/Contec com a Fenaban, sobre cláusulas econômicas.

Acompanhe as negociações de hoje com os Bancos pelo canal de comunicação twitter da Federação, a partir das 10 horas.



Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | Próxima






Travessa Guilherme de Almeida, 36 - 1º andar
Centro - CEP 87013-150 - Maringá/PR

Fone (044) 3227-2955 - Fax (044) 3031-2965

2015 - Sindicato dos Bancários de Maringá e região - Todos os direitos reservados.