Bancários

Sindicato de Maringá e Região

CONTEC
13° MIN 29° MÁX MARINGÁ
Seu Banco:


19/09/2018

Financiários garantem proposta de aumento real da Fenacrefi


 

 

O Comando de Negociação dos Financiários garantiu uma proposta da Fenacrefi (Federação Interestadual das Instituições de Crédito de Financiamento e Investimento) de 3,09% de reajuste nos salários e todas as cláusulas de natureza econômica, inclusive PLR, que representa 1,31% de aumento real, na retomada das negociações da Campanha Nacional 2018, realizada nesta desta terça-feira 18, em São Paulo.

“Foi um processo negocial bastante complexo, com diversos pontos de divergências, mas conseguimos chegar a um consenso, no qual o maior beneficiado é o trabalhador”, relatou Jair Alves, coordenador do Comando de Negociação dos Financiários.

Um dos maiores impasses foi a negociação quanto a criação de cláusula que regula o trabalho aos finais de semana dos trabalhadores que fazem concessão de créditos e financiamentos em lojas e concessionárias. Os representantes dos trabalhadores conquistaram a garantia de um final de semana completo e um domingo de folga por mês. As horas trabalhadas aos sábados terão pagamento de 50% e de domingos e feriados de 100% ou poderão ser compensadas em até 30 dias depois de trabalhadas.

Quanto a cláusula de gratificação de função, que prevê 55% de comissionamento, somente em caso de ações trabalhistas futuras e caso se descaracterize o comissionamento, reconhecendo como devidas as horas extras, será descontado em execução o que já foi pago. Isso já tem sido praticado pela Justiça Trabalhista em algumas ações em andamento. A mudança não impacta aos trabalhadores ativos, tampouco nas ações anteriores à assinatura do acordo.

Outra conquista aos trabalhadores foi a possibilidade de parcelar em até três vezes o adiantamento de férias, que atualmente é descontado integralmente no mês posterior ao descanso.

As demais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) foram mantidas e tem validade de dois anos, entre 2018 e 2020. Para 2019, ficou garantido a reposição da inflação com o 1% de aumento real.

O Comando negociou um percentual justo para a manutenção da luta, no valor de 1,5%, com teto. Esse valor é menor do que a soma do imposto sindical e a contribuição negocial, anteriormente cobrados.

As assembleias de aprovação da proposta devem ser realizadas pelos sindicatos de todo o país até o dia 1 de outubro. (Fonte: Seeb SP)



18/09/2018

Assinado Aditivo Santander 2018/2020

 

Foi assinado nesta segunda-feira, 17/09, em São Paulo, o Acordo Coletivo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho FENABAN 2018/2020 do Santander. O texto inclui o Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS), que garante uma variável mínima de R$ 2.550 para todos os funcionários do banco; além de garantias aos empregados do antigo  BANESPA e a renovação do Termo de Compromisso CABESP e  BANESPREV.

Também estão previstos a licença-amamentação; a licença não-remunerada de até 30 dias ao ano para cuidar de parentes de primeiro grau que estejam adoecidos; a bolsa auxílio-estudo para primeira graduação e pós-graduação; abono para PCDs (pessoas com deficiência), para aquisição e reparo de seus equipamentos, entre outros.

Representando os bancários, assinaram o Aditivo Lourenço Prado, presidente da Contec, Luiz Carlos dos Santos Barbosa (SEEB-RS),  Sergio Luiz da Costa (SEEB-Goiás) e Israel Lobo Coêlho (representando FEEB-PR e sindicatos filiados à federação). Pelo banco, Fabiana Silva Ribeiro, Vanessa Cristina Monti de Oliveira Parada e Marcos Schimitz. 



17/09/2018

Dia do Bancário é comemorado com almoço na sede campestre

O Sindicato comemorou, com almoço festivo, no dia 16 de setembro, o Dia do Bancário. A festa aconteceu após a data oficial, 31 de agosto, em decorrência das negociações da campanha salarial, que estavam acontecendo.

A festa, realizada na sede campestre, reuniu mais de 600 bancários e familiares, que prestigiaram o almoço, cujo prato principal foi churrasco, preparado pelo Sindicato. 

"Este é um dia muito significativo para nós, do Sindicato, pois reunimos nossos amigos bancários para comemorar uma data tão especial, que é o Dia do Bancário. É com muito carinho que preparamos este almoço especial, que conta com o envolvimento de toda a nossa diretoria", frisa o presidente Claudecir de Souza. 

"Agradecemos a todos que contribuíram para a realização deste almoço, e em especial a todos os bancários que estão prestigiando este evento."


11/09/2018

FINANCIÁRIOS RETOMAM NEGOCIAÇÕES COM FENACREFI

Objetivo da categoria é garantir os direitos; próxima reunião será na terça-feira 18 de setembro

Após cobrança do movimento sindical, serão retomadas as negociações da campanha dos financiários. O Comando de Negociação dos Financiários se reunirá, no dia 18 de setembro, com a Federação Interestadual das Instituições de Crédito de Financiamento e Investimento (Fenacrefi), para retomar as negociações da Campanha Salarial 2018.

O objetivo dos financiários é manter sua Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e discutir o aumento real para os trabalhadores. “Com a conclusão das negociações dos bancários com a Fenaban, reivindicamos à Fenacrefi a manutenção dos direitos da categoria, como: a homologação nos sindicatos, taxa negocial e as cláusulas econômicas e sociais para a categoria”, afirmou Jair Alves, coordenador do Comando de Negociação dos Financiários. (Fonte: Seeb SP)


10/09/2018

Com INPC em 3,64%, aumento real dos bancários será maior: 1,31%

Inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor fechou agosto em 3,64%, abaixo da expectativa, que era de 3,78%; com isso, aumento real da categoria será acima dos 1,18% previstos

 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de agosto ficou estável em relação a julho e fechou os últimos 12 meses (de setembro de 2017 a agosto de 2018) em 3,64%. Ou seja, o índice foi menor do que o que era projetado: 3,78%. Com isso, os bancários tiveram, desde 1º de setembro (data base da categoria) uma parcela maior de aumento real dentro dos 5% de reajuste nos salários e demais verbas, como PLR, VA e VR. Dos 1,18% de reajuste acima da inflação previstos inicialmente, os trabalhadores tiveram de fato 1,31%.

O aumento real previsto inicialmente (de 1,18%) já era maior que a média dos reajustes acima da inflação conquistados por outras categorias entre janeiro a julho. Segundo levantamento do Dieese, que levou em consideração 4.659 acordos fechados no período, 78,4% tiveram ganhos acima da inflação, e a média de aumento real foi de 0,97%. Com o INPC dos últimos doze meses, o reajuste acima da inflação conquistado pela categoria bancária ficou ainda mais distante da média: 0,34 ponto percentual.

Com a inflação menor, o poder de compra dos trabalhadores aumenta. Mas é importante lembrar que a Campanha Nacional dos Bancários deste ano não foi vitoriosa apenas pelo reajuste de 5% conquistado. Foi vitoriosa também porque diante de um cenário extremamente desfavorável, com a reforma trabalhista do golpe que destruiu a CLT, nós conseguimos manter todos os direitos previstos na nossa CCT por dois anos.

O acordo de dois anos firmado com a Fenaban prevê ainda a reposição da inflação mais aumento real de 1% em 1º de setembro de 2019, para trabalhadores de bancos privados e públicos, em todos o país. (SP Bancários)

 



10/09/2018

Caixa paga de forma incorreta 1ª parcela da PLR; banco terá de complementar no dia 20


Banco pagou apenas 70% do adiantamento

 

A Caixa Econômica Federal pagou, de forma incorreta, no dia 5, o adiantamento de apenas 70% do adiantamento da 1ª parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). No caso dos trabalhadores que pagam pensão alimentícia, o banco adiantou apenas 50%. Segundo o banco, o valor restante será pago no dia 20.

O imposto e os encargos a serem pagos são conhecidos pela empresa. Para o coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa, Dionisio Reis, é um absurdo o banco pagar de forma incorreta. “O adiantamento previsto para esse ano não era de 60%, como era nos anos anteriores, e, além disso, a Caixa não pagou a antecipação da primeira parcela como foi combinado na sua totalidade. Isso dá uma grande diferença no valor em comparação aos outros anos. A Caixa deve complementar até o dia 20, pelo acordo coletivo”, explicou.

“O pagamento incorreto causa ainda mais confusão entre os trabalhadores, que se soma as péssimas condições de trabalho nas unidades, causando indignação”, completou Dionisio Reis.

O valor total foi calculado proporcionalmente aos dias trabalhados em 2018, conforme a Remuneração Base (RB) do empregado vigente em 1 de setembro de 2018, composta por:

PLR Fenaban

A parcela de regra básica é a soma de 90% da RB vigente em 1/9/18 com o valor fixo de R$ 2.355,76, limitado a R$ 12.637,50. A parcela de regra adicional é composta por 2,2% do lucro líquido, apurado em 2018, dividido pelo número total de empregados elegíveis, em partes iguais, até o limite individual de R$ 4.711,52.

PLR Social

A PLR Social é 4% do Lucro Líquido apurado em 2018, distribuído de forma linear, proporcionalmente aos dias trabalhados em 2018, para todos os empregados, vinculada ao desempenho de indicadores da CAIXA e em Programas de Governo. Na Parcela Complementar, a Caixa garantirá até uma Remuneração Base (proporcional aos dias de efetivo exercício em 2018) a todos os empregados ainda que a soma da PLR Fenaban e PLR Caixa Social não atinja este teto, limitando-se o somatório das parcelas Fenaban e Caixa a 15,25% do Lucro Líquido Ajustado.

O lucro líquido estimado para 2018 foi de R$ 9,021 bilhões, enquanto que o total de dias de efetivo exercício de todos os empregados da Caixa no ano de 2018 foi de 31.265.403 dias.

Para o cálculo do número de dias de efetivo exercício, foram descontados os afastamentos consignados no ano de 2018, previstos no ACT PLR aditivo à CCT Contraf e Contec, respectivamente. Nos termos dos acordos firmados, a 1ª parcela da PLR 2018 corresponde a 50%

Fonte: Contraf-CUT



05/09/2018

BB paga PLR nesta quinta-feira, dia 6



O acordo 2018/2020 garante o mesmo modelo de PLR sem redução de direitos para os funcionários do BB
O Banco do Brasil pagará a PLR do primeiro semestre de 2018 nesta quinta-feira, dia 06 de setembro. Conforme divulgado anteriormente, o pagamento seria logo após a assinatura do acordo. Fechadas as negociações e aprovada a proposta em todo o Brasil, o Acordo Aditivo da PLR foi assinado no dia 31 de agosto.O acordo 2018/2020 garante o mesmo modelo de PLR sem redução de direitos para os funcionários do BB, uma vez que são aplicados os dispositivos do acordo de PLR da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).
A manutenção do modelo de PLR por mais dois anos é uma segurança para os funcionários do Banco do Brasil. Este acordo garante um percentual maior de distribuição do lucro líquido, garantindo 4% de forma linear para todos os funcionários e funcionárias do BB.Os empregados do Banco do Brasil serão os primeiros a receber a participação nos lucros e resultados.
Segue abaixo a tabela de pagamento dos salários paradigma (percentual sobre o VR – Valor de Referência do Cargo.

Confira a regra da PLR:
PLR Total: Regra Básica + Parcela Adicional
• Regra Básica: 90% do salário + valor fixo de R$ 2.355,76. Caso o montante não atinja 5% do lucro líquido dos bancos o valor será elevado até o limite individual de 2,2 salários.
• Parcela Adicional: Distribuição linear de 2,2% do lucro líquido anual dos bancos, com teto de R$ 4.711,52
Antecipação da PLR
• 60% da regra básica, ou seja, 54% do salário + R$ 1.413,46
• Parcela adicional: Distribuição linear de 2,2% do lucro líquido semestral dos bancos, com teto de R$ 2.355,76. (FEEB-PR)



05/09/2018

Caixa antecipa e paga PLR nesta quinta-feira (6)


A Diretoria da Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (5) que vai antecipar o pagamento da PLR. O crédito será feito na conta dos empregados na noite de quinta-feira (6). O valor estará disponível na manhã do feriado de 7 de setembro.

Essa é a primeira parcela da PLR e equivale a 50% do valor total. O restante será pago até 31 de março de 2019.

A PLR na Caixa é composta pela regra Fenaban e a PLR Social.

Diretoria Executiva da CONTEC



05/09/2018

Santander pagará antecipação da PLR e PPE no dia 20/09

O Banco Santander comunicou ao seus empregados que pagará a antecipação da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e o Programa Próprio Específico (PPE), referente ao primeiro semestre, no próximo dia 20 de setembro. A partir do dia 12, já estarão disponíveis os extratos de apuração para os funcionários no portal RH – NOSSA OFERTA PRA VOCÊ – SUAS FINANÇAS – MEU EXTRATO SRV/PPE.

Diretoria Executiva da CONTEC



04/09/2018

Financiários cobram retomada das negociações


Em negociação realizada em 12 de junho, ficou garantida a reposição da inflação e validade do acordo anterior até a assinatura de um novo. Financiários reivindicam aumento real, manutenção das conquistas e inclusão, no acordo, dos trabalhadores que concedem créditos nos finais de semana em lojas

 

Os representantes dos financiários estão em contato com a Fenacrefi para cobrar a retomada das negociações da Campanha 2018 e definição de datas para as próximas mesas. Em negociação realizada em 12 de junho, foi garantido reajuste de 1,76% pelo INPC. O objetivo para as próximas negociações é a conquista de aumento real e manutenção de todos os direitos, a exemplo do que ocorreu no acordo assinado entre bancários e Fenaban.

 

“Estamos em contato com a Fenacrefi para definirmos a retomada das mesas de negociação. Nossos objetivos são aumento real, manutenção dos direitos, inclusão no acordo dos trabalhadores que concedem créditos nos finais de semana em lojas e concessionárias”, diz o dirigente sindical Jair Alves, que coordena a mesa de negociação com a Fenacrefi.

 

Na negociação do dia 12 de junho, as financeiras também assumiram compromisso de manutenção da validade das cláusulas do acordo anterior até a assinatura de um novo, garantindo assim o princípio da ultratividade.

 

“Aguardamos um retorno o quanto antes da Fenacrefi para definirmos os próximos passos das negociações”, informa Jair. (Fonte: Seeb SP)



Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 | 32 | 33 | 34 | 35 | 36 | 37 | 38 | 39 | 40 | 41 | 42 | 43 | 44 | 45 | 46 | 47 | 48 | 49 | 50 | 51 | Próxima






Travessa Guilherme de Almeida, 36 - 1º andar
Centro - CEP 87013-150 - Maringá/PR

Fone (044) 3227-2955 - Fax (044) 3031-2965

2015 - Sindicato dos Bancários de Maringá e região - Todos os direitos reservados.