skip to Main Content

Banco do Brasil descumpre ACT ao ‘transformar’ escriturários e caixas em vendedores

Banco Do Brasil Descumpre ACT Ao ‘transformar’ Escriturários E Caixas Em Vendedores

O Banco do Brasil está descumprindo o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) ao promover o rankeamento individual. Isso está acontecendo com caixas e escriturários, vinculados à Plataforma de Suporte Operacional (PSO).

O banco está tratando esses profissionais como vendedores, além de promover a concorrência. Portanto, comete duas afrontas ao acordo coletivo por ele mesmo assinado. Vale lembrar que o fim do rankeamento individual foi uma conquista do movimento sindical.

Com esta atitude, o BB promove assédio moral ao constranger os trabalhadores, que nunca passaram por treinamento, a atuar como vendedores. O programa implantado pelo banco foi denominado “Tô Ligado”.

Outra situação também questionada pelo Sindicato é a exigência que gestores estão fazendo para que caixas e escriturários façam cursos de CPA-10 e CPA-20. Esses trabalhadores estão sendo tratados como gerentes de relacionamento, mas sem os salários desta função.

Trata-se de uma clara manobra em busca de mais lucros e resultados, desrespeitando nosso Acordo Coletivo de Trabalho.

Antes de tomar outras providências em relação a esta situação, o Sindicato, por meio de sua Confederação Nacional, está questionando a direção do banco a respeito do assunto. Exigimos o fim deste programa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top