skip to Main Content

Claudecir de Oliveira Souza – Presidente desde 2009

O nosso sindicato sempre foi mui-to dinâmico, sempre foi referên-cia, esteve na vanguarda. Ao as-sumirmos esta missão, na con-dição de presidente, focamos neste referencial construído com muita luta por companheiros que nos antecederam.

Logo que assumimos, demos início à campanha salarial de 2009. Foram meses de reuniões com a base e com a nossa federação e confederação. Por fim, chegamos a uma pauta que atendia aos anseios da categoria e fomos à luta. Depois de 14 dias de greve nos bancos privados e 28 na Caixa, conseguimos arrancar um reajuste de 6%, mais melhoria na PLR, entre inúmeros outros benefícios.

Também implementações diversas outras ações. Entre elas, vale destacar o trabalho contra as filas nos bancos. Os nossos bancários estavam sobrecarregados, pressionados por gerentes e pelos clientes. Então realizamos esta ação juntamente ao Procon, sempre no intuito de melhorar as condições de trabalho do bancário.

Quando a sociedade estava preocupada com a gripe A, os bancos ignoravam o assunto, colocando os trabalhadores em risco. Diante deste quadro, não medimos esforços e fomos até o Ministério Público do Trabalho, denunciamos e chamamos os bancos para assinaram um Termo de Ajustamento de Conduto, a fim de implentarem diversas ações para proteger os bancários. Muitos bancos foram acionados inclusive judicialmente para atender ao TAC.

Foi muita positiva também a ação contra o assédio moral. Sentimos que era o momento de tratarmos desta questão, que atingia a tantos trabalhadores. Promovemos então uma palestra, proferida pelo procurador do Ministério Público do Trabalho, dr. Fábio Alcure, que trouxe muitos esclarecimentos a respeito do tema. E elegemos a luta contra o assédio como uma ação contínua.

Enfim, acredito que, com a ajuda de todos os nossos diretores, apoio e compreensão dos nossos bancários, conseguimos muitos avanços, e vamos continuar trabalhando neste ritmo e com este entusiasmo pelos trabalhadores bancários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top