skip to Main Content

BB descumpre acordo e promove transferência compulsória

BB Descumpre Acordo E Promove Transferência Compulsória

O Banco do Brasil está descumprindo acordo firmado com movimento sindical de que, após a fase de adesão voluntária ao Plano de Ajuste de Quadros (PAQ), lançado no final de julho, não seriam realizadas remoções compulsórias para municípios que não fossem o da origem dos funcionários. O banco está descumprindo esse acordo.

“Está previsto para acontecer ainda nesta quinta-feira uma reunião entre a Contec (Confederação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito) e o Banco do Brasil para tratar especificamente desta questão. Estamos acompanhando e nos mobilizando na defesa dos bancários atingidos pela medida”, adianta o diretor de Assuntos Jurídicos do Sindicato de Maringá e Região, Odilon Carlos de Oliveira.

Odilon explica que o acordo previa remoção para localidades de até 30 km de distância do local de origem, podendo chegar no máximo a 50 km, no entanto haveria consulta ao trabalhador. Ou seja, diferentemente do que está acontecendo, não somente em nossa base, mas em todo o país.

Além de aguardar esta reunião que acontece em Brasília, o Sindicato está consultando advogados para verificar se cabe ação liminar. “Estamos lutando para preservar o direito dos trabalhadores bancários. Qualquer atitude que seja contrária ao que foi acordado ou mesmo que fuja à legalidade, tomaremos as medidas cabíveis”, aponta.

O diretor aconselha ainda: “É importante que, quem estiver como excedente nas agências, não faça a opção de transferência para qualquer agência para não configurar que a escolha foi de livre e espontânea vontade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top