skip to Main Content

Pesquisa do nosso Sindicato aponta: aumento de salário e manutenção de direitos são as prioridades dos bancários

 

Aumento salarial e manutenção de direitos são as duas principais prioridades dos bancários de Maringá e região nesta Campanha Salarial 2022.

É o que aponta a maioria dos bancários que respondeu ao questionário disponibilizado pelo nosso Sindicato a toda a categoria de Maringá e região. A pesquisa foi disponibilizada em nosso site, bem como enviada via WhatsApp aos colegas cadastrados nos grupos.

Na questão “Marque duas prioridades dessa campanha em relação à remuneração”, mais de 90% apontaram a opção “aumento de salários”, seguido pela correção da Participação dos Lucros e Resultados (PLR).

 

PERCENTUAL DE AUMENTO SALARIAL

Em relação ao percentual da remuneração salarial (ganho real) a ser levado à mesa de negociação como proposta de pauta, para 41% dos bancários deve-se pleitear ganho real de 3% a 6%; 25% mencionaram algo em torno de 1% a 3%; 11,9% citaram apenas a reposição da inflação.

 

MANUTENÇÃO DE DIREITOS

Já em se tratando de questões sociais, os bancários apontaram, pela ordem, “manutenção de direitos” (66,7%), “manutenção do emprego” (53,6%) e “saúde e condições do trabalho” (47%). Outros pontos tiveram percentual menor, como previdência, combate ao assédio moral etc.

 

HOME OFFICE

O Sindicato questionou os bancários ainda a respeito de um tema que estará em pauta nesta campanha salarial, o trabalho à distância. 47,6% dos respondentes se disseram favoráveis ao home office. Já 26,2% se manifestaram contrariamente e 26% indiferentes.

 

PARTICIPAÇÃO DOS BANCÁRIOS

O Sindicato disponibilizou também uma questão fundamental, que diz respeito à disposição de engajamento dos bancários na campanha salarial. Nesse ponto, 57% frisaram que atuarão na conscientização e mobilização dos colegas de trabalho; 51% se disseram dispostos a participar das assembleias e reuniões; outros 42% citaram também que estão dispostos a aderir a paralisações e greve se esta for necessária e aprovada em assembleia; e 26% disseram que participariam de protestos e manifestações se estas ocorreram. Esta questão foi de múltipla escolha.

O Sindicato questionou ainda a respeito do tema saúde. No questionamento se o trabalhador havia tomado remédios controlados como antidepressivos, ansiolíticos ou similares recentemente, 39% informaram que sim, contra 60%, não.

 

SUGESTÕES PARA PAUTA

Os bancários apontaram ainda dezenas de sugestões para esta campanha salarial, que foram todas devidamente anotadas e discutidas, tanto no Encontro dos Sindicatos da Região Sul, que acontece nesta terça e quarta-feira, 26 e 27 de abril, bem como serão levadas ao Encontro Nacional para planificação da pauta de reivindicações.

 

RAIO-X

A opinião da categoria, neste questionário, é fundamental para o Sindicato ter um raio-x do que pensam os bancários e o quanto estão dispostos a se engajarem na luta pela manutenção de direitos e avanços necessários.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top