skip to Main Content

A defesa do BB como empresa pública foi tema de audiência na Assembleia Legislativa do PR

 

A audiência pública em defesa do Banco do Brasil foi realizada nesta terça-feira, 13, de forma remota, na Assembleia Legislativa do Paraná. Organizada pelo deputado Tadeu Veneri, com apoio de sindicatos, evento promoveu importante debate a respeito do papel e do futuro deste banco público.

O debate avançou para a importância desta instituição centenária como sustentáculo da economia, sobretudo da agricultura familiar e das micro, pequenas e médias empresas. Em 2020, por exemplo, o BB concedeu R$ 6,9 bilhões em créditos para estas empresas, proporcionando sobrevida aos pequenos e médios negócios durante a pandemia de coronavírus no ano passado.

A Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco do Brasil respondem por 56% de todos os financiamentos do Programa de Crédito à Pequenas e Microempresas (PROANMPE) entre 46 bancos, de acordo com levantamento do Sebrae, apresentado na audiência.

O deputado Tadeu Veneri defendeu a necessidade de campanhas de esclarecimento ao público e aos funcionários do banco sobre o impacto da redução do papel do Banco do Brasil na economia e na vida da população. “Nós precisamos levar as informações ao público para que haja uma compreensão do desastre que será desencadeado com o fim do Banco do Brasil como banco público”, afirmou.

E uma das formas de desmonte do BB já está em curso, segundo os participantes do evento, com o processo de reestruturação, que prevê fechamento de agências, plano de demissão voluntária, descomissionamentos, entre outras medidas.

Participaram da audiência o ex-governador e ex-senador Roberto Requião;  Ana Somoka, Integrante da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), diretora do Sindicato Bancários; Marcio Kieller, presidente da CUT no Paraná; Luis Marcelo Leganana, presidente do Sindicato dos Bancários de Campo Mourão; Ivai Lopes Barroso, presidente do Sindicato dos Bancários de Cornélio Procópio; Laurito Porto de Lira Filho, do Sindicato dos Bancários de Londrina; João Haroldo Ruiz Martins, Secretário Geral da FEEB-PR Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários no Estado do Paraná, representando demais sindicatos a ela filiados, entre eles de Maringá;  Antonio Luiz Firminio, presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região; Nereu João Lago, da Associação dos Aposentados e Funcionários do Banco do Brasil, além dos deputados estaduais Requião Filho, Arilson Chiorato, Goura, Luciana Rafagnin, Professor Lemos e Anibelli Neto.

 

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top